Auto sabotagem um perigo constante que a gente ama odiar

 

Em um certo estágio da vida, já tem uma ideia daquilo que gosta e não gosta, mais facilmente que não gostamos.

Caminhando lado a lado, despertamos nossos interesses.

Em contramão nem tudo aquilo que nos interessa, faz bem, e ai que surge a auto sabotagem.

A síndrome do pânico, por exemplo, faz com que minha mente crie situações hipotéticas que me deixam em tensão o tempo todo, o medo de passar mal, o medo de ser assaltada, assassinada, cair na mira de um serial killer, estar dentro de uma grande teoria da conspiração, sofrer um acidente de carro, alguém que a gente ama sofrer um dano terrível, morra ou  desapareça sem deixar vestígios, um estranho me matar enquanto durmo ou tomo banho, e por ai vai, a mente não tem limites.

A coisa mais inteligente a se fazer nesses casos é simples: Não consumir nada relacionado a esses fatos, não dar mais conteúdo para a mente imaginar, primeiro que ela não precisa, segundo, quanto mais você mune ela disso, mas especialista ela vai ficando.

Eu adoro filmes, séries e documentários sobre teorias de conspiração, pessoas desaparecidas, investigação criminal, estudos da mente humana, variáveis psicológicas… esses mesmo temas que me fazem mal e depois vem me perturbar durante o sono, quando eu caminho na rua ou almoço com os amigos.

Oras, então por que continuar assistindo coisas que me fazem ter gatilhos? Por vários meses eu decidi deixar de alimentar minha mente com esses temas, minha mente já estava graduada nesses assuntos.

Decidi consumir conteúdos ricos, de aprendizados intelectuais, e mentais. Mente saudável.

Meditações guiadas, educação financeira, canais de empreendorismo, elevação espiritual, os mais diversos materiais de educação mental e espiritual. OHM

A questão é, quando a gente não arruma a casa (nossa mente) não adianta o que a gente joga lá dentro, tudo vira lixo mental. As meditações me levavam a lugares que eu não queria ir, ou se queria ir e gostava, quando voltava era uma enorme frustração, minutos depois já tinha que lidar com situações do dia a dia que me tirava do meu lugar saudável e me jogava num limbo de pessoas escrotas. Você vai pensar equilíbrio mental, cadê você?

Os discursos sobre empreendorismo e educação financeira me faziam sentir que eu era só mais um coco fedido cheio de mosca, que estava estagnada e não tinha tempo, ideias ou dinheiro pra fazer de uma pequena ideia um grande negócio.

Independente do que eu assistia, conteúdos que eu consumia pela internet em portais, filmes, séries, documentários ou conversas me faziam sentir mal.

Ou eu tinha crises de pânico assistindo caso sobre desaparecidos, as curiosidades da mente humana, ou crimes não solucionados, ou eu entrava em crises de ansiedade sem saber quem eu ia ser daqui há 5 anos, o que eu queria fazer da vida, como eu vou evoluir mentalmente e financeiramente… aquela epifania que chega de repente e demora muito para ir embora, tipo aquela visita indesejada que você recebe no meio da tarde de sábado.

Um eterno looping de auto sabotagem.

 

Sabe aquela frase de impacto que a gente vê por ai em todos os lugares? “Se quer ter resultados diferentes, tenha atitudes diferentes? ”

Faz sentido? Sim, muito! Mas o que ninguém costuma dizer é: Arrume a porra da casa, esteja com a casa arrumada, se não qualquer visita será indesejada.

Eu não tenho nenhuma solução para isso, ainda busco respostas todos os dias dentro de mim, onde está aquele maldito cheiro ruim dentro da casa, que por mais que você limpe, você não sabe de onde vem. Aquele cheiro invade sua narina, se instala dentro do seu cérebro. Mesmo que sai de casa, o cheiro está gravado na sua mente, não importa quanto tempo passe, quantos cheiros você sinta, o cheiro ruim está gravado dentro da sua mente.

Descobrir como limpar as cacas da mente é uma tarefa tão difícil, tão exaustiva, que uma hora você desiste, e começa a se acostumar com cheiro ruim e acha que até pode conviver com ele. Mas quando você recebe uma visita e ela te pergunta: “De onde vem esse cheiro ruim?” Você fica sem graça e até tenta explicar que nem você sabe de onde vem o cheiro, já limpou tudo, já procurou em todos os lugares, mas não descobriu, e sabe o que parece? Que você é um desgraçado preguiçoso, que se realmente quisesse saber e limpar aquele cheiro, LOGICAMENTE você teria dado um jeito nisso.

Você, seu Maldito desgraçado e preguiçoso, porco e acomodado, se você não está pronto para receber visitas não abra porta, finja que não está. Se alguém quiser entrar, que seja pra te ajudar a procurar o cheiro e não simplesmente ficar te questionando porque demorou tanto para limpar aquela catinga que invade a casa e todos sentem.

Ninguém vai saber o que é sentir o cheiro que você está sentindo o tempo todo, o quanto você já procurou como eliminar o odor, quantos métodos você já pesquisou. Métodos eficazes, testados, comprovados que funcionaram para outras pessoas, mas por algum motivo não funciona para você.

Mas talvez, alguém tente uma maneira diferente de achar de onde vem o odor e melhor que isso, tratar o mal cheiro de uma forma mais assertiva ao invés de só tentar mascara-lo com bom ar.

 

Anúncios

Ansiedade, Pânico – Sindromes

ansiedade

Você perde o sono durante a noite ou desperta mais cedo que seu horário habitual, até ai, tudo bem.

Conforme você vai “acordando de verdade”, percebe que não esta no seu estado normal, tem alguma coisa diferente no ar.

Quem tem ansiedade, sabe que nem sempre os sintomas são os mesmos e dificilmente logo de cara você percebe que vai ter uma dia de crise.

Palpitações, arritmias, cabeça a mil, vontade de fazer tudo, mil planos.

Momentos depois você sente aquele cansaço, aquela vontade de dormir, dar uma relaxada, vontade de fazer nada.

Não que isso seja obrigatoriamente igual para todos, mas acho que a ansiedade da dessas, meio indeciso, meio bipolar, meio tudo, meio nada.

Ansiedade é 90% das vezes desagradável, as vezes é só aquela ansiedade de boa pra determinado evento, aniversario, viagem.

Pra mim, a maior diferença entre ansiedade nossa de cada dia e o transtorno de ansiedade se dá pelo motivo, ou no caso pela falta dele.

Você sabe reconhecer quando esta ansioso por uma entrevista de emprego ou aquela conversa tensa com seu chefe, por exemplo. Reconhece o sintoma, normalmente não sabemos lidar bem com eles, as vezes até tentamos certas técnicas, respira, respira, musicas relaxantes, tenta desacelerar.

Mas e quando essa ansiedade vem e você nem sabe exatamente o porque.

Crises de ansiedade pode vir (mas não obrigatoriamente) acompanhada de pânico, medo, estress, etc., o que só faz piorar o quadro.

 

Ansiedade é começar um texto com uma ideia, desenrolar de forma “corrida” sem saber exatamente onde se quer chegar.

Coesão?

É tomar a decisão de começar uma coisa e mudar de ideia no meio do caminho.

Ansiedade